Atendimento

Emergencial 24h

WhatsApp

(51) 99781-6979

Ligue Gratuitamente

0800 606 4662

Tratamento de Transtornos Psicóticos e Esquizofrenia

Tratamento de Transtornos Psicóticos e Esquizofrenia

Transtornos Psicóticos = são transtornos caracterizados pela presença de sintomas psicóticos que produzem um distúrbio da percepção da realidade. Esse quadro corresponde a cerca de 45% das internações psiquiátricas.

A Esquizofrenia

A esquizofrenia é a mais comum desses transtornos e também a mais importante. Entre os pacientes com esse diagnóstico a maioria evoluirá desfavoravelmente, com falta de objetivos, inatividade, desabrigo e incapacidade social. Mais de 50% desses ao longo de um período de 5 a 10 anos terão piora dos sintomas resultando em repetidas internações e, após 2 anos, da internação estes se encontram novamente com sintomas psicóticos e incapacidade social.

E reside aqui a importância de uma abordagem de um serviço especializado de emergência nos casos com sintomas psicóticos, pois o rápido diagnóstico retarda as possíveis sequelas posteriores.

De maneira geral os surtos psicóticos são caracterizados por:

1 Mudanças no comportamento;
2 Agitação psicomotora;
3 Presença de delírios;
4 Alucinações;
5 Discurso incompreensível;
6 Incontinência social;
7 Prejuízo sócio ocupacional;
8 Ausência de crítica na presença de lucidez da consciência.

Os surtos psicóticos derivados de causas externas:

1 Uso de medicações/ álcool e drogas;
2 Doenças médicas (encefalites, reumatológicas, endócrinas, etc.)

São mais agudas e sua duração é condicionada ao tratamento imediato ou à retirada da causa de base.

Os surtos psicóticos que não estão relacionados a um fator causal bem estabelecido constituem os transtornos psiquiátricos propriamente ditos. Em geral têm o início mais insidioso e sua resposta ao tratamento mais variável e a longo prazo.

Esquizofrenia Sintomas
Produtivos (alucinações e delírios);

Negativos (apatia intensa, afeto embotado ou distanciado, pensamento concreto com pouca capacidade de abstração, capacidade volitiva prejudicada e déficits cognitivos);

Comportamento desorganizado (pensamento desagregado, agressividade ou hostilidade, dificuldade de relacionamento social, incontinência social e perda da autonomia de cuidar de si mesmo, perda sócio ocupacional).

Diagnóstico
Para se realizar o diagnóstico é necessário 6 meses de seguimento entre o início dos sintomas e prejuízo sócio ocupacional, não estar usando álcool ou drogas no mês que antecede o quadro clínico, não existir outra condição médica, e pelo menos 2 dos seguintes sintomas:

Os surtos psicóticos derivados de causas externas:

1 Delírio;
2 Alucinação;
2 Pensamento desorganizado;
2 Afeto embotado e distanciado;
2 Déficits cognitivos.

Nós na Clínica Psiquiátrica somos especializados no tratamento da esquizofrenia. Solicite agora o tratamento e tenha maiores informações, pela nossa Central de Atendimento ou nos envie um e-mail em nossa página de Contatos.